19/10/2015

Livro/Filme: Dragão Vermelho

Informações do Livro:
Título: Dragão Vermelho
Autor: Thomas Harris
Editora: Nova Ortografia - Edições Best Bolso
Ano de Publicação: 1981
Número de Páginas: 383
Minha Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥ 

"Havia outra coisa que podia fazer, e há dias ele sabia disso. (...) Queria uma opinião. (...) Graham disse alto:

- Preciso ver Lecter."


Informações do Filme: 
Título: Dragão Vermelho (Red Dragon)
Gênero: Terror, Suspense, Thriller
Direção: Brett Ratner
Elenco: Antonhy Hopkins (Dr. Hannibal Lecter), Edward Norton (Will Graham), Ralph Fiennes (Francis Dolarhyde), Emily Watson (Reba McClane), Mary-Louise Parker (Molly Graham), Harevy Keitel (Jack Crawford),  Philip Seymour Hoffman (Freddy Lounds), Anthony Heald (Dr. Frederick Chilton).
Ano de Lançamento: 2002
Duração: 124 minutos
Minha Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥

Você já deve ter ouvido falar em "Hannibal, o Canibal". Se ainda não, hoje vai conhecer quem é. Dragão Vermelho é o primeiro livro da trilogia Hannibal (o segundo, O Silêncio dos Inocentes, e o terceiro, Hannibal), escrito por Thomas Harris. Foi adaptado para os cinemas, primeiro em 1986 sob o título de Manhunter, e depois em 2002, que foi o mais conhecido, por ter a atuação de Anthony Hopkins novamente no papel do canibal Dr. Hannibal Lecter (ele já havia o interpretado em O Silêncio dos Inocentes - 1991 e em Hannibal - 2001). 

No livro, Will Graham trabalhou como agente do FBI, conseguindo capturar dois serial killers. O último deles foi o psiquiatra Dr. Hannibal Lecter, que o ajudou a capturar o primeiro, até que Will percebeu que Hannibal era também um serial killer, do tipo canibal - preparava iguarias finíssimas com partes de suas vítimas. Descobrir isso e levá-lo a condenação quase custou sua vida, pois quase se tornou mais uma vítima de Hannibal, o que o fez tomar a decisão de se aposentar e se mudar para a Flórida com a família. Seus dias de tranquilidade a beira mar são interrompidos quando um antigo chefe, Jack Crawford, lhe pede para investigar uma série de novos assassinatos misteriosos. Aparentemente, o assassino escolhe famílias aleatórias e as mata durante os períodos de lua cheia. As primeiras vítimas são os Jacobi, do Alabama; depois os Leeds, na Georgia. Então, o FBI teria mais umas 3 semanas para encontrá-lo, antes da próxima lua cheia. 


O tal assassino primeiramente ficou conhecido na mídia como Fada Do Dente, pois tinha o costume de morder as mães assassinadas. Sua mordida era muito estranha e até o momento não tinha sido encontrado ninguém com a mesma marca. Outra característica estranha do assassino era destruir todos os espelhos das casas onde cometeu seus crimes, o que dá entender que poderia possuir alguma deformação facial. Só que esse apelido de "Fada do Dente" não agrada nem um pouco nosso assassino, Francis Dolarhyde. Dolarhyde era obcecado por um quadro de William Blake, "O Grande Dragão Vermelho e a Mulher Vestida de Sol", e acreditava que ele possuía não só a força física, mas também a força mental do dragão vermelho, dando então, o título ao livro. Dessa forma, ele acredita que os crimes que comete fazem parte de uma transformação sua no Grande Dragão Vermelho do quadro de Blake.

"O Grande Dragão Vermelho
e a Mulher Vestida de Sol",
William Blake, 1810
Apesar de relutar muito, Will aceita ajudar e logo após visitar as cenas dos crimes, ele percebe que terá que encontrar-se com Hannibal Lecter, o homem que quase tirou sua vida, para pedir sua ajuda afim de pegar esse novo serial killer. O que Will não sabe é que Hannibal está dando preciosas informações ao criminoso a respeito de sua própria família. 


O momento do grande reencontro entre Lecter e Will Graham é extremamente tenso. A conversa entre os dois é perturbadora e simples ao mesmo tempo, e de longe dá para perceber como o personagem de Hannibal Lecter é bem estruturado. Pra mim é um dos mais brilhantes serial killers da ficção. Você consegue perceber - tanto no lirvo quanto no filme - como Will ainda é apavorado por Hannibal. Porém, no livro, a personagem tem pouca aparição, o que me decepcionou, afinal por ser considerado "a origem do canibal Hannibal Lecter", esperei mais cenas com ele. Contudo, o desfecho desta história é brilhante, do tipo "ninguém pensaria nisso".


No filme, a personagem tem mais atuação, o que o deixa melhor que o livro nesse sentido. As atuações são impecáveis. Ralph Fiennes como Dolarhyde foi perfeito, o deixou realmente com o aspecto de um homem desequilibrado pelos seus próprios demônios. A cena dele discutindo consigo mesmo com se estivesse brigando com o Dragão foi magnífica. E Anthony Hopkins, nem preciso falar. Como os filmes foram lançados ao contrário da ordem dos livros, já o tínhamos visto na pele do canibal, interpretação que o transformou em um dos vilões mais famosos do cinema sendo para sempre eternizado como Hannibal Lecter, e rendeu-lhe um Oscar de melhor ator em O Silêncio dos Inocentes (que ganhou outros Oscars importantes também - melhor filme, melhor diretor, melhor atriz e melhor roteiro adaptado, coisa rara para um filme de terror). O livro Dragão Vermelho recentemente também inspirou a série de TV Hannibal, que já está em sua terceira temporada. Essa foi mais uma de minhas recomendações para o #OutubroDasTrevas. Bom filme e boa leitura!


Trailer:


2 comentários:

  1. Mariana, nunca ouvi falar desta história de Dragão Vermelho, mas escuto muito sobre Hannibal. Bom, o livro e o filme foi interessante para mim, com uma mescla de terror, horror e suspense, ambos conseguiram me agradar por suas histórias, que ficaram bem semelhantes, e suas ações. Não é um livro de urgência, mas adicionei Dragão Vermelho aos desejados.

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia nem esse livro nem o filme, mas sinceramente conhecendo um pouco mais sobre a história de ambos, não me interessei muito não, pois não faz meu estilo de história.

    ResponderExcluir

Nos diga o que achou:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...