24/01/2015

Filme: Quero matar meu chefe


Filme: Quero matar meu chefe
Título Original: Horrible Bosses 
Gênero: Comédia 
Ano: 2011 
Duração: 98 minutos 
Diretor: Seth Gordon 
Elenco: Jennifer Aniston (Dra. Julia Harris), Jason Bateman (Nick Hendricks), Jason Sudeikis (Kurt Buckman), Colin Farrell (Bobby Pellitt), Jamie Foxx (Jones), Donald Sutherland (Jack Pellit), Kevin Spacey (Dave Harken), Charlie Day (Dale Arbus) John Francis Daley (Carter) Lindsay Sloane (Stacy). 

Todo mundo já teve aquele chefe extremamente mala. É aquele beeem chato, que adorava pegar no pé, implicar e até humilhar em alguns casos. Pois bem, vai dizer que você nunca pensou em “matar” seu chefe. Bom, os três “mocinhos” desse filme já e no sentido literal da coisa.
Kurt era o exemplo de funcionário: chegava antes de todos os outros, e era sempre o ultimo a partir. Um verdadeiro modelo. Tudo isso para conseguir uma promoção, que não veio. Ok. Ele ficou muito, mas muito irritado mesmo. 


Dale é assistente da dentista Julia Harris. Tudo estaria indo muito bem, se ela não fosse louca (e antiética, e uma tarada funcional, e muitos outros “adjetivos” que prefiro guardar em minha mente) e quisesse transar com ele. O problema todo é que ele está noivo e perto de casar. Ela diz que se ele não fizer sexo com ela, ela irá dizer para a noiva dele que eles dormiram juntos. 
Nick era o único que adorava seu emprego e o seu chefe. Era perfeito. Tudo ia muito bem, até o chefe dele “bater as botas”, e o filho irresponsável do cara assumir a empresa e tornar a vida perfeita de Nick em um verdadeiro inferno. 


Os três amigos então vão para o bar afogar as mágoas, e decidem que precisam matar os chefes. É aí que começam todas as trapalhadas, e tenha certeza as risadas são garantidas. Eles vão a busca de alguém para realizar o trabalho, porém depois de muita confusão resolvem um matar o chefe do outro, mas nem tudo sai como o planejado. 
Havia muito tempo que eu não ria tanto com um filme. Devo admitir que superou bastante as minhas expectativas. Claro, tem alguns besteiróis pelo meio, mas nada em excesso. Eu gostei e recomendo com toda a certeza.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Nos diga o que achou:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...