06/06/2013

Livro: Matilda


Livro: Matilda
Autor: Ronald Dahl
Editora: WMF
Ano: 1988
Número de Páginas: 264
Minha Avaliação: ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

"Aos três anos, Matilda já tinha aprendido a ler, sozinha, observando os jornais e revistas que encontrava pela casa. Com quatro anos já conseguia ler rápida e corretamente e começou, naturalmente, a se interessar avidamente por livros"
Matilda conta a história de uma menina de mesmo nome. No início do livro, Roald Dahl (autor de A Fantástica Fábrica de Chocolate) diz que os seus pais são muito maus e que só gostam do seu filho, não importa o quão malcriado ele seja. Esse é o caso de Matilda. É uma menina superdotada, porém seus pais são implicantes e não conseguem enxergá-la, obrigando-a a assistir a programas televisivos que não acrescentam em nada a educação das pessoas e negando-lhe a leitura de livros.



Matilda é uma menininha de grande inteligência e com um ano e meio de idade já falava perfeitamente e possuía um vocabulário tão amplo quanto um adulto; aos três anos já tinha aprendido a ler e aos quatro frequentava a biblioteca da cidade. Antes de frequentar a escola, ela já tinha lido todos os livros infantis da biblioteca e muitos dos clássicos adultos, como as obras de Charles Dickens, Jane Austen, Ernest Hemingway, George Orwell, J.R.R. Tolkien e outros. Os pais de Matilda não aprovavam seu comportamento e a consideravam estranha por preferir ler a assistir televisão com eles. O pai dela, o Sr. Losna, é um vendedor de carros dos mais pilantras que adora contar vantagens sobre como engana os seus clientes, especialmente para o seu filho Michael para quem gosta de ensinar seus trambiques.

É claro que Matilda - que mesmo tão pequena sabe que o que seu pai faz é desonesto - desaprova as atitudes dele. Cansada de ser maltratada e injustiçada por ele, a menina planeja muitas travessuras como: passar cola no chapéu do pai para que fique colado em sua cabeça e trocar o seu tônico capilar por tintura loiro platinado extra forte. A Sra. Losna estava sempre apoiando seu marido e ignorando por completo a filha. Depois de muito insistir, Matilda é matriculada pelo pai numa escola infantil. Logo Matilda começa a frequentar a escola e já em seu primeiro dia de aula deixa sua professora, a Srta. Mel, boquiaberta com sua facilidade em fazer cálculos de números grandes e sua leitura fluente. Além de inteligente, a menina demonstra ser muito bem comportada e assim nasce uma bela amizade entre aluna e professora. Entretanto, os alunos daquela escola têm de enfrentar um pesadelo: a diretora, a Sra. Taurino, é uma mulher grande e forte que detesta crianças e adora maltratá-las e humilhá-las, inclusive Matilda!

Digo e repito: minha filha será igual a Matilda! Adoro essa menina. Vi primeiro o filme, como imagino que muitos de vocês também já assistiram na Sessão da Tarde. Mas recomendo também o livro, que descobri a existência há pouco tempo e fiz questão de possuir. É muito engraçado, mas não tome como uma história infantil e bobinha. Este é um livro para adultos e crianças. Crianças são muito inteligentes e Roald Dahl era um autor que sabia muito bem disso. Um livro que critica famílias que não dão atenção as filhos, que não se importam com sua educação e que acreditam que a televisão é mais importante que um livro. Muito bom, recomendo! Boa leitura! :D


Um comentário:

  1. Eu já assisti o filme e gostei muito, um dos meus preferidos.
    Pretendo ler o livro tambem.

    ResponderExcluir

Nos diga o que achou:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...