16/07/2012

Filme: Freddy vs. Jason


Filme: Freddy vs. Jason
Gênero: Terror
Ano: 2004
Duração: 97 minutos
Diretor: Ronny Wu
Roteiro: Wes Craven
Elenco: Robert Englund (Freddy Krueger), Ken Kirzinger (Jason Voorhers), Monica Keena (Lori), Jason Ritter (Will), Kelly Roland (Kia), Katharine Isabelle (Gibb), Lochlyn Munro (Stubbs).

“1,2 Freddy is coming for you, 3, 4, Better lock your door, 5, 6, Grab your crucifix, 7, 8, Better stay up late, 9, 10, Never sleep again.”

Welcome to my nightmare! Se você ouvir essa musiquinha fofinha, saiba que Freddy Krueger, o mais maravilhoso dos assassinos “imorríveis” de todas as séries de filmes de terror slasher (aqueles sem sentido e lotados de sangue, em que todo mundo morre, e ninguém consegue parar o assassino), está vindo pegar você no seu pior pesadelo *-*.
Oi, estou te seduzindo!
Em Freddy x Jason, temos a combinação de dois dos piores/melhores assassinos sobrenaturais do cinema, sendo o oitavo filme da franquia A Hora do Pesadelo, e o décimo primeiro de Sexta-Feira 13. Dessa vez, Freddy está no inferno – literalmente! E como um condenado a prisão perpétua, ele planeja sua fantástica vingança contra os moradores da famosa Elm Street. Tudo que ele precisa é de uma mãozinha, ou melhor dizendo, de um facãozinho alheio.

Freddy Krueger está bem fraco, já que se tornou esquecido pela população da cidade fictícia de Springwood. Não sei se você conhece a história de Freddy, mas por enquanto só precisa saber que Freddy foi um assassino que matou crianças e jovens da rua Elm nessa cidade, e que os pais dessas crianças resolveram fazer justiça com as próprias mãos, tacando fogo no esconderijo de Freddy com ele dentro. Hehe, foi o maior erro deles.


Freddy fez um pacto e acabou voltando algum tempo depois, nos sonhos, pesadelos, melhor dizendo, dos jovens da mesma rua, todo desfigurado por causa das queimaduras, e com uma mão maravilhosa de metal com pontas afiadas, matando-os enquanto dormiam. Mas, a população aprendeu que Freddy se fortalecia do medo das pessoas, então resolveram apaga-lo das memórias, não falavam mais dele, excluíram registros das suas atrocidades, sendo verdadeiramente esquecido por todos. Com isso, o pobrezinho ficou dodói, forever alone no inferno, own =/.


Aí o dito cujo resolve convocar um sinistro morador do abandonado acampamento Cristal Lake, que estava hibernando, já que ninguém era capaz de acabar com a criatura. Enquanto Jason estava lá sonhando, feliz e contente, dilacerando um inocente, Freddy aparece em seus sonhos na figura da mamãe querida de Jason, a quem tudo atendia. Ela(e) pede que o filhinho amado vá castigar umas crianças malcriadas da rua Elm, que estavam precisando de um bullying corretivo, como diria a diva do senhor, Cleycianne. Jason então acorda e, atendendo as súplicas de sua mamis, vai até a rua Elm e aí começa a parte boa do filme: matança. Sem saber quem está matando os jovens à noite, em suas camas, o povo começa a acusar Freddy Krueger, agora super feliz porque em pouco tempo poderá voltar à ativa. xD

Com seus poderes renovados, ele volta a matar. Mas como diria Joseph Climber, a vida é uma caixinha de surpresas. Não é que Jason está adorando o serviço? Quem disse que ele quer parar agora? Why don't you die? Pronto, mais essa para o pobre Frederico resolver. E ai começa a luta do século (não, não é a de Anderson Spider x Chael Sonen). Agora, com os dois titãs do terror confrontando entre si, do tipo: “eu mato mais que você”, “ ah é, te pego na saída, vou contar para mamãe”, “briga, briga, briga!”, a cidade está aterrorizada, morrendo (literalmente) de medo do possível resultado do duelo. E agora, quem poderá nos defender? Muaahuahuahuaa...


Não sei se você conhece minha tara, paixão, obsessão, idolatria – chame do que quiser por Freddy Krueger (aceito lembrancinhas, como action figures, luvas, imitações, pôsters, DVDs, etc. rsrs). Então deu para notar, que eu adoro seus filmes, por mais idiotas e cômicos que sejam, sim porque para mim é filme de comédia. Adoro o Freddy, é o melhor do melhor do mundo na arte de matar jovens indefesos e otários, para mim. Irônico, divertido, sarcástico e possuidor de uma belez... Tá exagerei, não tem beleza nenhuma. Robert Englund, parabéns pelo seu personagem. Não vi ainda o novo filme, com o ator de Rorschach no papel de Freddy Krueger, mas pelo que já vi e li, ele foi um Freddy mais cruel e mais frio, tipo o que aconteceu com o coringa do Batman, então, naaah, Robert é melhor. Divirta-se e não durma nunca mais, senão Freddy vem pegar você! Bom filme!

Trailer (Sem legenda, vá tomar um curso de inglês! Mas não tem muita fala mesmo, não se preocupe): 



4 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk eu morria de medo de ver esses filmes, juro que eu jurava que via o Jason depois de assistir com meu irmão, mas eu tbmgosto mais do Freddy,sei lá, parece mais assustador.

    ResponderExcluir
  2. Uma cena mais trash do que a outra.
    Este filme é tãão nostálgico! hahaha
    Me deu até vontade de ver de novo ._.

    Beijos,
    Lucas
    http://apanhadordehistorias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Nos diga o que achou:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...